Play na retomada! Endorser FSA Cajons, Cleverson Silva conta sobre novos projetos

Dentre os vários desafios enfrentados por quem decide seguir a carreira musical, um dos mais importantes é aprender a se reinventar. Na pandemia, muitos músicos precisaram buscar caminhos alternativos e criativos para manter o groove. A FSA Cajons vai contar um pouco das experiências de seus endorsers e sobre as suas expectativas para a retomada dos eventos e apresentações. Começamos com o paulistano Cleverson Silva. Vale conferir!


RUMO À CARREIRA SOLO


Cleverson Silva é daqueles que sabem o quanto o mercado musical precisa de profissionais adaptáveis. Sempre percorreu caminhos que possibilitassem o desenvolvimento de sua carreira solo, o que o ajudou muito no período de pandemia. Além do seu canal no Youtube e das músicas presentes em plataformas digitais, Cleverson encontrou em cursos online, produções musicais e workshops alternativas para o fortalecimento de sua carreira.


Mas vale resgatar um pouco da história desse profissional, para entendermos o seu perfil de inovação e versatilidade.


Cleverson começou a trabalhar muito cedo vendendo produtos na rua para complementar a renda em casa; uma prática que o moldou como empreendedor. Seu contato com a música, porém, aconteceu ainda antes, quando começou, aos 6 anos de idade, a aprender a tocar bateria. “Venho de uma família de músicos não profissionais, principalmente por parte da minha mãe. Ela sempre gostou muito de bateria e já integrou um trio, no qual era vocalista. Meu avô, por parte de pai, também era músico, assim como meu irmão, que tocava bateria e guitarra na igreja que frequentávamos”, conta. “Devido a toda essa influência positiva, aos 6 anos eu já era baterista oficial da igreja”, relembra.


A superação esteve presente em toda a sua trajetória. “Eu não tinha instrumentos novos e nunca pude estudar nas melhores escolas. Mas isso nunca me parou, pois eu tinha tudo aquilo que o dinheiro não era capaz de comprar: incentivo, apoio, fé, amor”.


Aos 12 anos de idade, passou a integrar uma banda chamada Projeto Cristo, que foi crucial para seu desenvolvimento como músico profissional. Foi sua primeira experiência em uma banda de viagem. Com o passar do tempo, começou a frequentar a igreja Renascer, onde teve contato com muitos músicos profissionais.


PROFISSIONALIZAÇÃO


Um pouco mais tarde, Cleverson passou a tocar com o Dj Alpiste, um cantor de rap gospel que ficou muito conhecido por ser um dos primeiros rappers brasileiros a produzir letras com temática religiosa protestante. Aos 20 anos de idade, já era músico profissional.


Foi morar na Europa após ser contratado por uma banda de fora. Recém-casado, contou com o apoio da esposa em todas as experimentações para o desenvolvimento da carreira. Na mesma época, Cleverson integrou o grupo Renascer Praise, uma banda brasileira de música cristã contemporânea, reconhecida pelo público gospel até hoje.

“Quando retornei ao Brasil, em 2006, voltei com uma cabeça diferente, pois já queria trabalhar em estúdios e explorar outras opções dentro da música. Um pouco mais tarde, em 2010, passei a frequentar a igreja Assembléia de Deus do Brás, que foi quando consegui focar em meu trabalho solo”, conta.

Em 2011, ele gravou seu primeiro DVD. Isso rendeu mais de 150 workshops e fez com que Cleverson fosse muito reconhecido como músico profissional. Pouco tempo depois, começou a trabalhar na equipe da Rede Globo de televisão, acumulando experiências em programas como The Voice, The Voice Kids, Pop Star, Encontro com Fátima Bernardes, Domingão do Faustão, entre outros, além de ter gravado trilhas sonoras de novelas globais.


Em 2014, gravou seu segundo álbum. No ano seguinte, lançou um single com o artista americano Airon Rios. Dois anos depois, Cleverson realizou um sonho: a gravação do All My Days Documentary, um documentário que está disponível no Youtube e retrata a vida e a família do músico. O projeto foi colocado em prática em Los Angeles, nos Estados Unidos, com a participação de Ivete Sangalo e de artistas que já tocaram com grandes nomes da música, tais como Michael Jackson, Steve Wonder, Beyonce e Prince


A gravação desse DVD rendeu mais de 100 workshops, tendo sido metade apresentada no Brasil e metade fora do país. Os frutos do projeto fizeram com que Cleverson viajasse pelo mundo. Atualmente, ele integra a banda da cantora Iza e, paralelamente, dá continuidade a seus projetos.


PERÍODO PANDEMIA


Com a pandemia da Covid-19, Cleverson observou a necessidade de se reinventar. Ele já investia em sua carreira solo, mas passou a focar mais nesse projeto.


Com os shows por todo o mundo suspensos, ele passou a diminuir o espaço de tempo entre o lançamento de seus cursos e se mudou para uma casa que possibilitou a construção de um estúdio. Nesse espaço, desenvolve trabalhos para a Rede Globo e dá continuidade a seus projetos pessoais.


VIDA DE ENDORSER FSA CAJONS


Presente na vida de Cleverson desde o começo de sua carreira, a FSA Cajons busca proporcionar versatilidade sonora ao profissional por meio do seu leque de produtos. “A FSA é uma empresa especial que faz parte da minha rotina há anos. Ela esteve presente, inclusive, na gravação do meu documentário, que foi a realização de um sonho. Fico muito honrado por ser endorser da marca, porque sei da qualidade dos produtos e seu diferencial”, ressalta Cleverson.



Confira o Canal do Cleverson Silva no Youtube em

https://www.youtube.com/channel/UCKZ0ylro-WSn7jg_QrZlieA

Posts Recentes